Força Aérea do Quénia Recebe o Seu Primeiro C-145A Skytruck

Reading Time: 2 minutes

EQUIPA DA ADF

A Força Aérea do Quénia (KAF) acaba de se tornar no primeiro país africano a tomar a posse da aeronave C-145A Skytruck para uso na resposta rápida, nas patrulhas aéreas e nas intervenções militares.

A KAF recebeu a primeira das três aeronaves numa cerimónia havida no dia 20 de Abril, na base da Força Aérea de Moi, em Nairobi. O comandante da KAF, Major-General Francis Ogolla, presidiu a transferência.

“Hoje é um grande dia em que fazemos a apresentação da aeronave Skytruck C-145,” disse Ogolla durante a cerimónia de transferência. “Esta aeronave não estará no serviço para enfeite, mas para melhorar as capacidades do nosso apoio aéreo para os outros serviços.”

Em suma, o Quénia irá receber os C-145A, numa altura em que retira gradualmente a sua frota de aeronaves Y-12, feitas na China. Os Y-12 tiveram uma série de despenhamentos no Quénia, desde o ano de 2006, incluindo um que ocorreu em Janeiro de 2021, que matou quatro membros da KAF.

A tripulação da Força Aérea Americana chegou em Fevereiro para treinar pilotos quenianos e pessoal de terra nas operações da aeronave.

O C-145A Skytruck é um verdadeiro cavalo de batalha, capaz de realizar lançamentos aéreos e descarregar paraquedistas e servir em missões de busca e salvamento. FORÇA AÉREA AMERICANA

A aeronave irá ajudar na resposta rápida a emergências civis como inundações e operações militares como confrontar o al-Shabaab ao longo da fronteira com a Somália.

A aeronave C-145A, feita na Polónia, é uma aeronave famosa por ser usada em evacuações médicas e reabastecimento aéreo. Nos voos de reabastecimento, a tripulação faz o lançamento do material com recurso a paraquedas a partir da aeronave para as pessoas que estão no terreno.

Pode também ser reconfigurada para lançamentos nos combates de precisão como busca e salvamento e missões de apoio em situações de desastre.

A aeronave concebida para cargas leves, com motor duplo, opera com uma tripulação de voo de três pessoas (dois pilotos e um mestre de cargas), mas pode transportar até 16 passageiros, 10 paraquedistas equipados para o combate ou até 1.088 kg de carga.

De acordo com o Tenente-Coronel da KAF, Noor, a Skytruck também irá ser usada para patrulhas aéreas marítimas e para o transporte de dignitários.

As capacidades do C-145A excedem as das aeronaves semelhantes utilizadas pela KAF.

A tripulação de um C-145A inclui três mulheres com cargos importantes: comandante de manutenção, técnica de aeronaves e chefe de tripulação da estrutura aérea.

O equipamento fixo de aterragem da aeronave possibilita que ela seja capaz de aterrar e levantar o voo a partir de pistas curtas, incluindo aquelas feitas de terra batida ou capim. Estas habilidades fazem com que ela seja um cavalo de batalha para a tripulação dos EUA e os seus aliados pelo mundo.

“Ela está preparada para a missão e pode cumpri-la em qualquer lugar,” disse um membro da equipa de formadores da Força Aérea Americana que trabalha com a tripulação da KAF.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.