Sudão E Sudão Do Sul Assinam Acordo De Cooperação Militar

Reading Time: 2 minutes

Equuipa DA ADF

O Sudão e o Sudão do Sul assinaram um acordo de cooperação militar e de defesa conjunto, a mais recente indicação de melhoria das relações entre os dois países. O acordo irá permitir que os países trabalhem juntos em assuntos relacionados com a segurança das fronteiras e combate ao tráfico. 

A Ministra de Defesa do Sudão do Sul, Angelina Teny, e o Ministro de Defesa do Sudão, Ibrahim Yassin, assinaram o acordo, no dia 29 de Outubro de 2020, na capital do Sudão, Cartum. O acordo estabelece o plano para a busca de formação conjunta, troca de informação, promoção da paz, trabalho em resposta a situações de desastre e combate ao crime transfronteiriço. 

“Os dois presidentes estão na liderança destes esforços,” disse Teny, citando um acordo de 2012 — nunca implementado — que abordava questões como o comércio transfronteiriço. “E esta pode ser a primeira vez que um passo gigantesco como este é dado na implementação do acordo de cooperação entre os dois países.” 

Depois de uma separação contenciosa, o Sudão e o Sudão do Sul deram passos significativos em direcção à paz, em 2020. Em Outubro, líderes do governo de transição sudaneses viajaram para Juba para assinarem um acordo de paz com grupos rebeldes dentro do Sudão. 

O Presidente do Sudão do Sul, Salva Kiir, mediou o acordo. Existem também sinais de progresso na resolução de reivindicações sobre a região disputada de Abyei e a demarcação dos 2.000 quilómetros de limites fronteiriços partilhados. 

“A relação entre o Sudão e o Sudão do Sul continua a melhorar,” Parfait Onanga-Anyanga, enviado especial das Nações Unidas para o Corno de África, disse ao Conselho de Segurança da ONU. 

Os dois países acordaram em abrir 10 pontos de travessia de fronteira e cooperar na produção de petróleo, noticiou o Sudan Tribune.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.