Equipa Exclusivamente De Mulheres Da Força Aérea Faz História Na Nigéria

Reading Time: < 1 minute

EQUIPA DA ADF

Depois de esforços para recrutar e treinar mais pilotos do sexo feminino, as Forças Aéreas Nigerianas (NAF) anunciaram que tinham realizado uma missão de inteligência, vigilância e reconhecimento (ISR) dirigida inteiramente por uma equipa de mulheres. A missão, que utilizou uma aeronave Beechcraft King Air ISR, foi composta por duas pilotos do sexo feminino, uma técnica de bordo, uma operadora de missão e uma orientadora. Esta missão exclusivamente de mulheres foi a primeira na história das NAF.

“O objectivo das NAF quanto a este assunto é de maximizar todos os potenciais da vasta reserva de recursos humanos da Nigéria, masculinos e femininos, para assegurar o emprego eficaz, eficiente e atempado do poder aéreo em resposta a imperativos de segurança nacional,” Comodoro da Força Aérea, Ibikunle Daramola, disse ao This Day.

As NAF agora possuem sete pilotos do sexo feminino e tencionam aumentar esse número. O Grupo Executivo de Transporte Aéreo 307 deixou o Aeroporto Internacional de Nnamdi Azikiwe e sobrevoou partes do Estado de Níger. A capitã da Beechcraft, Oficial de Voo, Oluwabunmi Ijelu, é a primeira mulher a comandar uma aeronave das NAF.

Depois da missão, o Comodoro da Força Aérea, Francis Edosa, comandante do grupo de transporte aéreo, disse que a missão foi bem-sucedida e agradeceu ao Chefe do Pessoal da Força Aérea Nigeriana pelo compromisso de inclusão do género.

“Ele, na verdade, deu oportunidade aos géneros, e essa oportunidade chegou a ser concretizada porque nós tínhamos uma equipa exclusivamente feminina. Foram para a missão e foram bem-sucedidas. Penso que é algo de que nos devíamos orgulhar como Força Aérea.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.