‘Não Baixem A Guarda’

Reading Time: 3 minutes

Dra. Mónica Juma é a secretária do governo para a defesa. Ela proferiu este discurso às tropas quenianas que servem na Missão da União Africana na Somália (AMISOM), no dia 14 de Outubro de 2020, em comemoração do dia das Forças de Defesa do Quénia. O seu discurso foi editado para se adequar a este formato.

Tomo esta oportunidade para saudar os nossos soldados que foram destacados em várias bases de operações avançadas da Somália, neste dia auspicioso, quando comemoramos o dia das Forças de Defesa do Quénia.

O dia 14 de Outubro é reservado para o Ministério de Defesa lembrar o sacrifício extremo que os vossos colegas pagaram na procura da Paz no nosso país vizinho, Somália.

Como vossa secretária de governo, eu estou profundamente grata pelo privilégio de poder dar orientação estratégica, trabalhar e estar associada com os homens e mulheres patrióticos e corajosos que garantem a segurança e a estabilidade do nosso país, que responderam a uma missão superior de defender a integridade e a soberania territoriais da nossa pátria e proteger as liberdades dos quenianos.

Desde que as Forças de Defesa do Quénia (KDF) entraram no teatro da Somália, as actividades do al-Shabab foram significativamente reduzidas e, embora este grupo terrorista continue a ser uma ameaça, a sua habilidade de operar foi severamente degradada.

As contribuições para a AMISOM continuam a ser preponderantes para isto, eu saúdo a cada um de vocês. Ao recordamos a nossa jornada, apelo a cada um de vocês: não baixem a guarda.

O nosso sucesso de cada dia é fundamental para derrotar o al-Shabaab e restaurar a paz e a estabilidade dos nossos bairros. Uma Somália segura, capaz de garantir segurança aos seus territórios e proteger as suas fronteiras com os seus vizinhos, traduz-se numa África Oriental e num continente pacíficos.

A vossa habilidade de operar num ambiente difícil, longe das vossas famílias, é o testemunho do vosso amor incontornável pelo vosso país e o sentimento do dever pela paz e estabilidade da região e do mundo.

O vosso desempenho profissional continua a fazer com que o Quénia seja um país respeitado entre a comunidade das nações.

O lema do dia das Forças de Defesa do Quénia deste ano é “Assistência Civil Humanitária”, e é neste contexto que eu desejo elogiar-vos pelo apoio que vocês continuamente dão às comunidades da Somália, nas vossas áreas de operação.

Devemos continuar a promover o bem-estar das populações entre as quais vivemos — ofereçam-lhes apoio médico, água, formação; ajudem a construir escolas a equipá-las.

Isso é porque nós existimos para melhorar o ambiente das populações e criar um ambiente que possibilite as actividades produtivas.

Enquanto vocês continuam a manter-nos seguros em casa, eu apelo que continuem a zelar um pelo outro nas áreas operacionais, a cada minuto do dia. Nada deixaria qualquer queniano mais orgulhoso do que a imagem que circulou durante o Ramadão, de um soldado das Forças de Defesa do Quénia, em pé, montando guarda, a proteger os seus irmãos que oravam, porque acreditamos na liberdade e na santidade da religião e adoração e estamos prontos para defendê-la.

As vossas famílias em casa também fazem igualmente um grande sacrifício, ao oferecer-vos para servirem a vossa pátria, Quénia. A elas eu digo muito obrigada; vocês fazem parte dos nossos esforços de trazer a paz.

O Ministério de Defesa está firme e irá continuar a apoiar as nossas operações. Nós somos o vosso apoio, por isso, avancem, filhos e filhas galantes do Quénia, para defender e proteger a República do Quénia e todos os seus cidadãos.

Não nos cansaremos de vos apoiar, fornecendo-vos a provisão necessária que fará com que o vosso trabalho seja cada vez mais fácil e eficiente.

Mais uma vez, obrigada pelo vossos serviços abnegados prestados à nossa pátria. Como o comandante-em-chefe sempre sublinha, o nosso país será sempre grato pelo vosso serviço leal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.